Obama adverte Trump que presidência dos EUA não é um “reality show’”

O presidente norte-americano, Barack Obama, fez hoje (6) um adevertência a Donald Trump, único e provável candidato do Partido Republicano às eleições presidenciais, afirmando que a presidência dos Estados Unidos não é um programa de televisão. Obama também afirmou que o percurso de Trump precisa ser minuciosamente examinado.

Para Barack Obama, Trump em um longo percurso que precisa ser examinado
Para Barack Obama, Trump em um longo percurso que precisa ser examinado

“Ele tem um longo percurso que precisa ser examinado. Penso que é importante analisarmos seriamente as declarações que [Trump] fez no passado”, disse o chefe de Estado norte-americano, que pertence ao Partido Democrata.

“Estamos em tempos críticos e este é um trabalho muito importante. Não é entretenimento. Não é um reality show, acrescentou Obama.

Entre as várias atividades exercidas por Donald Trump está a participação no programa de televisão The Apprentice (O Aprendiz, em português), um reality show em que executivos competem por um cargo em uma das empresas do multibilionário.

Após importante vitória na terça-feira (3) no estado do Indiana e das desistências do senador Ted Cruz e do governador John Kasich, Donald Trump ficou como único candidato à nomeação republicana para as eleições presidenciais dos Estados Unidos, agendadas para 8 de novembro deste ano.

A convenção nacional do Partido Republicano, que deverá confirmar a indicação de Trump, será realizada em julho em Cleveland, no estado do Ohio. (Agência Lusa)

Notícias Relacionadas