Notícia de Meirelles no Ministério da Fazenda de Temer anima mercado

O ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles  (Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
O ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles (Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr)

O vice-presidente Michel Temer admitiu na terça-feira que Henrique Meirelles é o seu preferido para ocupar o Ministério da Fazenda em um eventual novo governo. Com larga experiência no mercado financeiro e sólida passagem pelo setor público — é o mais longevo presidente do Banco Central (BC) — seu nome foi bem recebido pelo mercado e no meio empresarial. Pesam a seu favor, segundo economistas, a capacidade de resistir às pressões políticas e, ao mesmo tempo, ser bom negociador, talento apontado como crucial para aprovação junto ao Congresso de uma agenda econômica impopular para tirar o país da crise fiscal.

Em entrevista ao jornalista Jorge Bastos Moreno, publicada no site do jornal O Globo, Temer disse que tem feito apenas “sondagens” para montar um possível novo ministério, mas afirmou ter ficado “muito bem impressionado” com a conversa que teve com Meirelles. Depois, disse que delegaria “ao Meirelles” o direito de indicar o presidente do Banco Central e outros integrantes da equipe. Flagrado na gafe, tentou corrigir:

— Falei “Meirelles” porque, hoje, estou com esse nome na cabeça. Repito: fiquei muito bem impressionado com a conversa que tive com ele. Então, confesso que se eu tivesse que assumir hoje, o ministro da Fazenda seria ele — afirmou Temer.

Notícias Relacionadas