Jon Jones volta depois de 15 meses, vence por decisão e de torna campeão interino.

Após 15 meses afastado dos octógonos, Jon Jones voltou a ter um cinturão sobre o ombro (Foto: UFC/Divulgação)
Após 15 meses afastado dos octógonos, Jon Jones voltou a ter um cinturão sobre o ombro (Foto: UFC/Divulgação)

O ex-campeão dos meio pesados Jon Jones venceu Ovince St-Preux e conquistou o cinturão interino da categoria neste sábado (23) no UFC 197, em Las Vegas. Jones estava há mais de um ano sem atuar, sentiu o tempo afastado, mas se mostrou muito concentrado e conseguiu vencer. Entre os brasileiros, Edson Barboza e Marcos Rogério Pezão venceram, enquanto Glaico França, Juliana Lima e Rafael Natal saíram derrotados.

“Não quero esse cinturão. Quero o meu de verdade, o real. Estou muito feliz por vencer, mas vou deixar isso de lado e voltar a trabalhar na academia. Demorei um pouco para entrar na luta, não estou satisfeito, mas sei que dei o meu máximo”, disse Jones após o combate.

Jon Jones mostrou que estava feliz por voltar ao Ultimate já em sua caminhada para o octógono. Sempre sorrindo e curtindo o momento, o ex-campeão fez questão de falar com sua família antes de entrar para a luta.

Quem esperava um duelo rápido, ou até muito dominante por parte de Jones, ficou um pouco frustrado. O ex-campeão se mostrou calmo, muito inteligente e demorou alguns minutos para entrar no combate. Jones apostou nos chutes rodados, minou o joelho do adversário e também conseguiu boas quedas durante o confronto.

Com apenas três semanas para treinar, já que aceitou substituir o lesionado Daniel Cormier, St-Preux sentiu na parte física e era constantemente visto olhando para o relógio em cada round. Ele bem que tentou nocautear, acertou alguns golpes, mas Jones foi superior e saiu com a vitória.

O próximo desafio do campeão interino Jon Jones deve ser um duelo explosivo contra o campeão linear Daniel Cormier, ainda sem data marcada. Quem sabe, talvez, no UFC 200, em 9 de julho, em Las Vegas.
CARD PRINCIPAL
Jon Jones venceu Ovince St. Preux por decisão
Demetrious Johnson venceu Henry Cejudo por nocaute
Edson Barboza venceu Anthony Pettis por decisão
Robert Whittaker venceu Rafael Natal por decisão
Yair Rodriguez venceu André Fili por nocaute

CARD PRELIMINAR
Sergio Pettis venceu Chris Kelades por decisão
Danny Roberts venceu Dominique Steele por decisão
Carla Esparza venceu Juliana Lima por decisão
James Vick venceu Glaico França por decisão
Walt Harris venceu Cody East por nocaute
Marcos Rogério Pezão venceu Clint Hester por finalização

Notícias Relacionadas