Bombeiros do Rio resgatam dois corpos no desabamento de ciclovia

A ciclovia foi inaugurada em janeiro deste ano e custou R$ 44,7 milhões. (Foto: Imagem de TV/TV Globo/Reprodução)
A ciclovia foi inaugurada em janeiro deste ano e custou R$ 44,7 milhões. (Foto: Imagem de TV/TV Globo/Reprodução)

Três pessoas que caíram ao mar por causa do desabamento de um trecho da ciclovia na Avenida Niemeyer, em São Conrado, na zona sul do Rio, foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e levadas para um hospital. A ciclovia foi inaugurada em janeiro deste ano e custou R$ 44,7 milhões.

Dois corpos foram resgatados pelos bombeiros do mar. Uma das vítimas é o engenheiro Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos, reconhecido pelo cunhado. O outro ainda não foi identificado

Segundo informou a assessoria do Corpo de Bombeiros, as 3 vítimas lançadas ao mar não foram identificadas e, até agora, não há notícias sobre o estado de saúde delas.

A avenida foi interditada nos dois sentidos, informou o Centro de Operações da Prefeitura do Rio. Os motoristas estão sendo orientados a seguir pela Autoestrada Lagoa-Barra.

A ciclovia de quase 4 quilômetros foi inaugurada em janeiro e custou cerca de R$ 45 milhões.

Notícias Relacionadas