MST desbloqueia rodovia e segue para o Farol da Barra

Repórter Sayonara Moreno
Correspondente da Agência Brasil em Salvador

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) liberaram, por volta das 11h15 de hoje (16), o bloqueio na BR-324, no sentido que segue para Salvador. As famílias não fizeram uma marcha, já que permaneceram bloqueando a pista desde que chegaram ao local, em 13 ônibus. O bloqueio feito pelos manifestantes e mini trio elétrico atravessado na via ocorreu em protesto contra o impeachment da Presidenta Dilma Rousseff no quilômetro 603 da BR-324.

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) liberaram o bloqueio na BR-324 e seguem para o Farol da Barra onde farão vigília contra o impeachment (Foto: Sayonara Moreno/ Agência Brasil)
Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) liberaram o bloqueio na BR-324 e seguem para o Farol da Barra onde farão vigília contra o impeachment (Foto: Sayonara Moreno/ Agência Brasil)

“Nós não fechamos totalmente a via porque entendemos que as pessoas têm o direito de ir e vir e não estamos contra a sociedade. Estamos aqui porque somos a favor da democracia e contra esse golpe que está sendo perpetrado contra a presidenta Dilma. No Farol da Barra nos juntaremos aos demais companheiros e companheiras, para seguir na luta”, disse o presidente estadual do MST, Evanildo Costa.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal da Bahia (PRF), as famílias chegaram por volta das 8h e fecharam a rodovia, mas logo decidiram liberar uma das faixas para evitar transtornos à população. A PRF informou que o congestionamento sentido capital baiana chegou a 2 quilômetros, mesmo depois da liberação de uma das faixas.

Após o desbloqueio, os integrantes seguem para o Farol da Barra, em Salvador, onde pretendem permanecem em vigília até amanhã (17), para acompanhar a votação do processo de impeachment da presidenta Dilma, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Notícias Relacionadas