Rui Costa devia fazer companhia a Dilma e renunciar, defende Aleluia.

“Para uma autoridade que não tem condições de manter a ordem e a segurança das pessoas, o melhor caminho é a renúncia, governador Rui Costa. Vá fazer companhia a sua amiga Dilma!”, recomenda o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), diante de mais um ato de terror, promovido por bandidos, em Salvador, na última quarta-feira (14).

Para Aleluia, o governador da Bahia não pode governar só para seu partido, mas para todos os baianos.
Para Aleluia, o governador da Bahia não pode governar só para seu partido, mas para todos os baianos.

Aleluia lembrou que no início da noite de ontem (13), a região do Engenho Velho de Brotas ”foi dominada por marginais, que bloquearam os acessos ao local, queimaram lixo e aterrorizaram moradores, motoristas e transeuntes, disparando tiros para cima”. Por mais de uma hora, o ambiente foi tomado de pavor e pânico. Todo o comércio local cerrou as portas e as pessoas corriam desesperadas para se abrigar em qualquer lugar seguro”.

“Na gestão de Rui Costa, os bandidos podem fazer manifestações criminosas de terror contra a sociedade quando querem e bem entendem”.

“Testemunhas deste trágico episódio me ligaram, em Brasília, para descrever a barbárie que traumatizou quem estava lá. Enquanto isso, o governador Rui Costa impedia que pessoas de bem e trabalhadoras realizassem um ato ordeiro e pacífico pelo impeachment de Dilma no Farol da Barra. O governador da Bahia não pode governar só para seu partido, mas para todos os baianos”, assinala Aleluia.

”Na gestão de Rui Costa, os bandidos podem fazer manifestações criminosas de terror contra a sociedade quando querem e bem entendem”.

“Já o cidadão honesto e pagador de seus impostos encontra dificuldades quando quer se manifestar contra tudo de errado com que está sendo obrigado a conviver nesta era petista”.

Aleluia afirma que a resposta do povo de Salvador ao governador Rui Costa e sua presidente Dilma Rousseff será dada no próximo domingo (17), no Jardim de Alah, onde será realizada a manifestação pró-impeachment na capital baiana, a partir das 14 horas. “Vamos comemorar o início do fim da saga criminosa do PT no poder”, assevera.

Notícias Relacionadas