Árvores são podadas para evitar acidentes durante as chuvas

Casos de queda de árvores  cresce muito n esta época. A previsão é que cerca de 200 sejam podadas na Barra e 400 no Engenho Velho.
Casos de queda de árvores cresce muito n esta época. A previsão é que cerca de 200 sejam podadas na Barra e 400 no Engenho Velho.

Medidas estão sendo tomadas pela Prefeitura para amenizar os efeitos da chuva em diversas regiões da cidade. A Secretaria de Manutenção (Seman) retomou esta semana os trabalhos de podas de árvores na Rua Alberto Pondé, na Barra, e na Rua Padre Luiz Filgueiras, no final de linha do Engenho Velho de Brotas. A previsão é que cerca de 200 árvores sejam podadas na Barra e 400 no Engenho Velho.

São pelo menos 60 funcionários envolvidos na ação diuturnamente em toda a cidade. Os trabalhos consistem em vistorias realizadas criteriosamente por engenheiros agrônomos da Seman, que podem ser solicitadas pela população através do 156. Nas visitas técnicas o profissional realiza a análise da situação do vegetal, emite parecer e recomenda o que deve ser feito, respeitando as características de cada espécie arbórea. Nenhuma erradicação ou retirada de galhos é feita sem comprovação mediante análises e laudos. Em seguida o profissional indica o tipo de poda que deve ser adotado.

Diversas regiões serão atendidas antes das chuvas, a exemplo do Cabula, Subúrbio, Arraial do Retiro, Valéria, São Caetano, Cajazeiras e demais regiões. “Este trabalho preventivo é feito durante todo o ano, mas estamos intensificando neste momento, inclusive a depender da espécie realizamos novas podas entre 6 meses a 2 anos. Cada dia da semana nós atendemos a solicitações de uma subprefeitura”, explica o engenheiro agrônomo da Seman, Welison Quadros. As podas são feitas com equipamentos específicos, caminhão munck – o equipamento eleva o funcionário para realizar poda em galhos mais altos, motopodas e motosserras também são utilizadas.

Parceria – No caso de árvores que crescem ao ponto de se entrelaçarem aos fios elétricos, neste caso a Coelba é acionada para realizar a poda. A parceria é importante para evitar acidentes. Todo este trabalho garante ao cidadão mais segurança, “a chuva provoca um sobrepeso nos galhos e nas folhas, o que contribui para a queda”, justifica Quadros. Além de prevenir acidentes que podem ser fatais, contribui para a iluminação pública, dá visibilidade às placas de sinalização do trânsito e também para a estética e paisagismo da cidade.

Notícias Relacionadas