Prass pega pênalti, Dudu marca e o Palmeiras vence Corinthians

O Palmeiras, na base da raça, venceu o Corinthians por 1 a 0 no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela penúltima rodada da primeira fase do Paulistão Itaipava. O duelo teve desde Fernando Prass defendendo pênalti até o pequenino Dudu fazendo gol de cabeça.

O Verdão foi superior durante toda a partida e venceu o duelo por 1 a 0 (Foto: Daniel Augusto Jr/AG. Corinthians)
O Verdão foi superior durante toda a partida e venceu o duelo por 1 a 0 (Foto: Daniel Augusto Jr/AG. Corinthians)
Com a vitória, o Palmeiras deixou a lanterna do Grupo B e assumiu a liderança, agora com 21 pontos, um a mais que o São Bernardo, segundo colocado. Já o Corinthians, com o revés, permanece com os mesmos 32 pontos e na primeira posição do Grupo D. Já está classificado às quartas de final, quando enfrentará o também já garantido Red Bull Brasil.

O primeiro tempo do clássico foi muito abaixo do esperado. Palmeiras e Corinthians tiveram poucas chances de gol. Aos 16 minutos, o time do Parque São Jorge quase abriu o placar. Giovanni Augusto lançou Lucca e de esquerda o atacante Lucca acertou o canto de Fernando Prass.

Não demorou e o Palmeiras respondeu aos 21 minutos. Gabriel Jesus lançou Alecsandro. O atacante ganhou disputa de bola e chutou forte. No centro do gol. Cássio espalmou para escanteio. Antes do intervalo, aos 34 minutos, o Corinthians voltou a chegar com perigo. Bruno Henrique chutou de fora da área. Sobre o gol.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou mais ofensivo e poderia ter aberto o placar aos nove minutos. Gabriel Jesus cruzou da esquerda e encontrou Alecsandro livre de marcação. O atacante chutou, mas Cássio defendeu no puro reflexo. Uma grande defesa e que livrou o time alvinegro de ficar em desvantagem no marcador.

A partir dos 20 minutos, o duelo ganhou emoção. Muita marcação e oportunidades de gol dos dois lados. Aos 27 minutos, Matheus Salles derrubou Giovanni Augusto na área e o árbitro marcou pênalti. Lucca foi para a cobrança e Fernando Prass defendeu.

Logo depois o ditado ‘quem não faz, leva’ funcionou. Aos 32 minutos, Zé Roberto desviou cobrança de falta, Cássio saiu mal do gol e Dudu, de cabeça, colocou nas redes. Depois disso o Palmeiras se segurou na defesa e esperou o apito final.

Notícias Relacionadas