Caso Victor Ramos : sub-procurador do TJD manda arquivar denúncia.

Denúncia do Flamengo contra Victor Ramos  de Guanambi foi sem fundamento (Foto: Reprodução)
Denúncia do Flamengo contra Victor Ramos de Guanambi foi sem fundamento (Foto: Reprodução)
O 2º Sub-Procurador do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), Hélio Santos Menezes Júnior, decidiu arquivar a denúncia feita pelo Flamengo de Guanambi, caso Victor Ramos. Menezes Júnior disse não ter encontrado indicios de que o zagueiro tenha jogador irregular contra o time de Gunambi, quando o Vitória venceu por 3 a 0 e se classificou para as semifinais do Campeonato Baiano.

O sub-procurador informou que seu parecer será entregue nesta segunda-feira pela manhã.

”Conclui o parecer e dele dei conhecimento à Procuradoria. Procede que minha decisão é o pedido de arquivamento. Entregarei o parecer amanhã pela manhã no TJD”, disse Menezes Júnior ao site GloboEsporte.com.

O Flamengo de Guanambi questiona a utilização de Victor Ramos pelo Vitória. A alegação é de que a escalação do zagueiro estaria em contradição com o parágrafo terceiro do artigo 20 do Campeonato Baiano. O texto diz que, em caso de transferência internacional, o atleta tem que ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até o dia 16 de março. Victor Ramos, que pertence ao Monterrey, do México, teve o nome publicado no dia 18 de março. O Vitória, no entanto, alega que a negociação foi nacional.

Notícias Relacionadas