Real Madrid vira jogo e quebre série invicta do Barcelona

O Barcelona de Messi tinha 39 jogos sem perder e caiu diante do maior rival (Foto: Barcelona/Divulgação)
O Barcelona de Messi tinha 39 jogos sem perder e caiu diante do maior rival (Foto: Barcelona/Divulgação)

Foi uma noite quase perfeita no Camp Nou. Foram quase 100 mil torcedores (99.264) que quebraram o recorde de público da temporada e se emocionaram com as homenagens a Johan Cruyff. Entretanto, no final da partida a festa ficou para o Real Madrid que, com gols de Benzema e Cristiano Ronaldo, venceu o clássico de virada e acabou com uma invencibilidade de 39 jogos seguidos do Barça na temporada.

Os primeiros minutos do clássico foram um monólogo do FC Barcelona. A equipe de Luis Enrique controlava a partida, chegava com facilidade ao ataque e criava chances. Em uma delas, Neymar deu uma assistência perfeita e deixou Suárez livre para marcar, mas o uruguaio errou o lance de forma incrível. Pouco depois, Keylor Navas salvou um chute de Rakitic e Alves desperdiçou outra oportunidade chutando por cima do travessão do goleiro merengue.

O Real Madrid só equilibrou a partida no minuto 24, após o lance mais polêmico do jogo. Messi foi derrubado na área e o árbitro mandou a jogada seguir, para desespero do público presente no Camp Nou. Entretanto, apesar da igualdade o eterno rival não conseguia criar oportunidades. A única que teve foi através de Benzema, mas o francês mandou a bola nas arquibancadas.

Virada merengue – Se na primeira etapa faltou o gol, no segundo tempo eles não demoraram a sair. O primeiro golpe foi do Barça. No minuto 56, Piqué aproveitou um escanteio de Rakitic, subiu mais que zaga rival e marcou um golaço de cabeça. O problema foi que a vantagem durou pouco. Mais precisamente, seis minutos. Foi o tempo que o Real Madrid precisou para fazer chegar uma bola na área para Benzema que, de voleio, deixou tudo igual.

Dois gols que não mudaram a dinâmica do clássico. O duelo seguiu aberto e intenso. Até que no final, Sergio Ramos fez uma falta por trás em Suárez, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Tudo indicava que, com um home a mais, a noite seria do Barça. Ledo engano. No fim do jogo, Cristiano Ronaldo dominou no peito um cruzamento da direita e fuzilou Claudio Bravo para garantir a virada merengue. Apesar da derrota, o Barça segue líder isolado da Liga Espanhola, com 76 pontos em 31 rodadas.

Notícias Relacionadas