Brasil perde guerra para saneamento básico

Mais de 34 milhões de brasileiros não têm acesso a água encanada, e mais de 100 milhões vivem onde não há rede de esgoto. (Foto: Reprodução)
Mais de 34 milhões de brasileiros não têm acesso a água encanada, e mais de 100 milhões vivem onde não há rede de esgoto. (Foto: Reprodução)

O Brasil vem perdendo a guerra para o saneamento básico, cujo investimento, em 2015, não passou de R$ 105 milhões. Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento mostram que 34 milhões de brasileiros não têm acesso a água encanada, mais de 100 milhões vivem onde não há rede de esgoto e mais de 60% do esgoto coletado é vertido em cursos de água ou no mar, e sem tratamento.

HORAS DESPERDIÇADAS
Em 2013, 300 mil pessoas faltaram ao trabalho por doenças causadas pela ausência de saneamento. Perderam-se 900 mil dias de trabalho.

ÁGUA CONTAMINADA
O Ministério da Saúde registrou, apenas em 2013, mais de 340 mil internações por infecções provocadas por água contaminada.

PAÍS DE DOENTES
A falta de investimento em saneamento e água tratada favorece tipos variados de doenças, incluindo aquelas transmitidas pelo mosquito.

O PERIGO É OUTRO
Dilma não teme que João Santana, preso, acabe por prejudicá-la. Mas ela acha que nitroglicerina pura é a mulher do marqueteiro, Mônica Moura, que não tem perfil de quem se cala para proteger políticos. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e saiba mais).

Notícias Relacionadas