Na estreia da grama sintética, Atlético-PR bate o Criciúma

Melhor durante todo o jogo, o Furacão foi premiado com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, marcado pelo volante Otávio (Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)
Melhor durante todo o jogo, o Furacão foi premiado com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, marcado pelo volante Otávio (Foto: Gustavo Oliveira/Site Oficial)
O jogo desta quarta-feira (24) foi histórico para o Atlético Paranaense. Além de bater o recorde do Estádio Joaquim Américo, em um jogo do Furacão, o Clube inaugurou oficialmente o gramado sintético, mudança de piso que é pioneira entre os grandes clubes do Brasil. O confronto diante do Criciúma, pela Copa da Primeira Liga, recebeu 35.746 pessoas.

Melhor durante todo o jogo, o Furacão foi premiado com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, marcado pelo volante Otávio. Com o resultado de 1 a 0, o Atlético chegou aos seis pontos na Copa da Primeira Liga e assumiu a liderança isolada do Grupo 3. Na próxima rodada da competição, o Rubro-Negro enfrenta o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Empurrado pela torcida que lotou as arquibancadas, o time atleticano começou no ataque. Logo aos cinco minutos, Vinícius arriscou da entrada da área e o goleiro Luiz colocou para escanteio. Crysan chegou duas vezes com perigo, em cabeçadas aos 11 e aos 17 minutos.

O time catarinense não conseguia criar jogadas ofensivas, enquanto o Furacão continuava pressionando. Aos 25 minutos, Walter quase marcou. Dentro da área, o atacante driblou o zagueiro do Criciúma e bateu cruzado, por cima do gol.

O camisa 18 rubro-negro continuou assustando a defesa adversária. Aos 28 minutos, Anderson Lopes tocou por cima da zaga e Walter chutou forte. O goleiro Luiz defendeu. A última chance do Rubro-Negro, no primeiro tempo, veio com Eduardo. Após lançamento de Walter, o lateral dominou no peito e acertou a rede pelo lado de fora.

O panorama do segundo tempo não mudou. Enquanto o Furacão buscava o ataque, o Criciúma marcava bem e explorava os contra-ataques. Aos 14 minutos, o Rubro-Negro teve um gol anulado. Após cobrança de falta, Walter finalizou de voleio. A bola desviou na zaga e entrou. Mas o atacante estava em posição irregular.

Aos 21 minutos, Vinícius quase marcou em cobrança de falta. Luiz conseguiu fazer a defesa. Mas de tanto pressionar, o Rubro-Negro abriu o placar aos 42 minutos. Vinícius tocou de cabeça para André Lima, que fez o pivô para Otávio. O volante pegou bem na bola, que ainda desviou na zaga, e marcou o gol atleticano. Foi o primeiro dele pelo time profissional do Atlético.

O Furacão ainda chegou mais duas vezes com perigo antes do final do jogo. Primeiro com André Lima, de cabeça, depois com Walter, que acertou a trave esquerda de Luiz.

Notícias Relacionadas