João Santana, marqueteiro do PT, chega ao Brasil após prisão decretada.

João Santana desembarca, em companhia da mulher, no Aeroporto de Guarulhos (SP). Foto: Imagem capturada/GloboNews TV)
João Santana desembarca, em companhia da mulher Mônica Moura, no Aeroporto de Guarulhos (SP). Foto: Imagem capturada/GloboNews TV)

Após ter a prisão decretada na 23ª fase da Operação Lava Jato, o marqueteiro do PT João Santana chegou ao Brasil. A informação é do Portal G1. Santana desembarcou nesta terça (23), às 9h21, em São Paulo, vindo da República Dominicana. Ele trabalhava para a reeleição do presidente Danilo Medina.

Junto com ele está a esposa, Mônica Moura. Os dois serão trazidos para Curitiba, sede da força-tarefa da Operação Lava Jato, em um avião da Polícia Federal.

Além de ter sido o “cérebro” das campanhas presidenciais do partido desde 2006, Santana é um dos conselheiros da presidente Dilma Rousseff (PT) em situações de crise. As investigações da Lava Jato decorrentes dessa fase levantam ainda mais suspeitas do envolvimento do ex-presidente Lula no esquema; e agora ele será oficialmente investigado.

Segundo a Polícia Federal (PF), há indícios de que o publicitário recebia propina oriunda da Petrobras paga ao PT. Para isso, ele usaria uma conta secreta no exterior. De acordo com as investigações, offshores ligadas à empreiteira Odebrecht fizeram transferências de US$ 3 milhões para Santana entre 2012 e 2013.

Ele também teria recebido US$ 4,5 milhões do engenheiro Zwi Skornicki, representante oficial no Brasil do estaleiro Keppel Fels, entre 2013 e 2014. Skornicki é considerado pela PF um dos operados do esquema.

Notícias Relacionadas