Bahia derrota o Colo-Colo por 3 a 2 e segue com 100% de aproveitamento

Tricolor marcou no final, venceu o time de Ilhéus e manteve os 100% de aproveitamento no Baiano (Foto: Site Oficial do Bahia)
Tricolor marcou no final, venceu o time de Ilhéus e manteve  100% de aproveitamento no Campeonato  Baiano (Foto: Site Oficial do Bahia)

O forte calor e a qualidade do gramado não foram empecilhos para mais um triunfo do Bahia na temporada 206. Na tarde deste domingo (21), em  Ilhéus, o tricolor derrotou o Colo-Colo por 3 a 2 e chegou ao quinto resultado positivo consecutivo do ano, incluindo estadual e regional.

Com 9 pontos, o Bahia lidera o grupo 2 do Baianão e só volta a jogar no dia 6 de março, contra o Bahia de Feira. Antes disso, mas pelo Nordestão, o Tricolor enfrenta o Confiança nesta quinta-feira (21), às 21h30, na Arena Fonte Nova.

Bahia e Colo-Colo encontrarma muitas dificuldades para colocar em prática um bom futebol no campo do Mário Pessoa, em Ilhéus. Aos 21 minutos, após falha da defesa do time da casa, o atacante Zé Roberto bateu forte e o goleiro do tigre defendeu.
No outro ataque Tricolor, aos 32, a trave impediu o gol de Luisinho. O chute do camisa 7 pegou em cheio no travessão. O ‘Bigode Grosso’ insistiu e abriu o placar. Zé Roberto fez o papel de pivô, tocou de calcanhar e serviu Luisinho. Ele bateu forte e fez Bahia 1×0.

Antes do intervalo, Zé Roberto teve uma chance e mandou por cima. Edigar Junior também teve a dele e finalizou em cima do goleiro do Colo-Colo.

A vantagem do Bahia ficou maior aos 4 minutos. Juninho cobrou escanteio e o zagueiro Robson, de cabeça, marcou o segundo: Bahia 2×0. Aos 8, o atacante Edigar Junior recebeu um belo passe e ficou de frente para o gol. No entanto, o chute saiu fraco e o camisa 1 do time da casa defendeu.

Aos 22, o Colo-Colo poderia ter diminuído o placar, o que não aconteceu. Marcelo Lomba apareceu muito bem, após cabeçada, e realizou uma linda defesa. Quem também fez bonito foi o volante Juninho, aos 26. O camisa 10 bateu colocado, buscando o ângulo, mas a bola caprichosamente saiu pela linha de fundo.

Aos 41, após marcação de um pênalti inexistente, o atacante Andre Luis marcou o descontou para os mandantes. Aos 45, o zagueiro Eliézio deixou tudo igual.

Com muitas emoções guardadas para o final, o zagueiro Robson aproveitou mais um cruzamento e marcou o segundo dele no jogo, o terceiro do Bahia.

Notícias Relacionadas