Polícia investiga assassinato de ganhador da Mega-Sena em Limeira (SP)

Arlei Rosa Silva, ganhador da Mega-Sena em 2007, foi achado morto em Limeira (Foto: Acervo da família)
Arlei Rosa Silva, ganhador da Mega-Sena em 2007, foi achado morto em Limeira (Foto: Acervo da família)
O autônomo Arlei Rosa Silva, de 53 anos foi encontrado morto, nesta quinta-feira (18) às margens de uma rodovia em Limeira. Ele estava desaparecido desde a segunda-feria (17). Em maio de 2007, Silva foi um dos 16 ganhadores do prêmio de R$ 16 milhões sorteados na Mega Sena.

O corpo de Silva foi encontrado por moradores do bairro Pinhal, nas proximidades à Rodovia SP-147, onde fica a ligação entre os municípios de Limeira e Mogi-Mirim, interior do Estado. O óbito foi confirmado, nesta quarta (17), pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

A polícia investiga o caso como homicídio, pois foram encontrados sinais de violência no pescoço do cadáver.

Informações preliminares apontam que ele teria saído de casa, na segunda-feira, para resolver problemas pessoais, e desapareceu desde então. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira.

De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Silva, que dividiu o prêmio de R$ 16 milhões com 12 amigos que participaram do bolão e estava desaparecido desde segunda-feira (15).

O corpo já foi reconhecido pela família e está no Instituto Médico Legal (IML) da cidade. Silva foi visto pela última vez em um bar na avenida Lauro Correa da Silva.

Ele é o segundo ganhador da bolada a ser morto. Em novembro de 2008, o empresário Altair Aparecido dos Santos, 43, foi assassinado a tiros ao sair de uma chácara, também em Limeira.

Notícias Relacionadas