Serial killer de Goiás pega 20 anos de prisão por assassinato de estudante

Tiago Henrique Gomes da Rocha foi condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato da estudante Ana Karla Lemes da Silva (Foto: Reprodução/Diário da Manhã/Goiás)
Tiago Henrique Gomes da Rocha foi condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato da estudante Ana Karla Lemes da Silva (Foto: Reprodução/Diário da Manhã/Goiás)
O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha foi condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato da estudante Ana Karla Lemes da Silva, de 15 anos, ocorrido em dezembro de 2013, no Jardim Planalto, em Goiânia. A defesa alegou que o réu sofre transtorno de personalidade e deve ter a imputabilidade reduzida.

O laudo divulgado pela Junta Médica do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás mostra o réu como psicopata, mas imputável, pois é plenamente capaz de responder pelos seus atos. Assim, Jesseir não acolheu o pedido da defesa quanto a inimputabilidade ou semi-inimputabilidade, já que o laudo concluiu que ele não possui doença mental.

No crime contra Ana Karla, ele foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da estudante.

O julgamento durou cerca de 4 horas na manhã desta terça-feira (16) e em votação secreta, somente um dos cinco jurados votou pela absolvição do réu. Ministério Público vai recorrer da sentença e pedirá aumento da pena.

Tiago é acusado de 35 homicídio em Goiânia e está preso desde 14 de outubro de 2014. O vigilante foi denunciado por um 36º crime, mas por falta de provas o caso foi arquivado. Ele já foi mandado a júri popular por 28 homicídios desde 2011.

Notícias Relacionadas