Turbina de avião da Gol pega fogo antes de decolagem em Brasília

Marca escura na lateral de avião da Gol no aeroporto de Brasília provocada por fogo em turbina. (Foto: Reprodução/CorreioWeb)
Marca escura na lateral de avião da Gol no aeroporto de Brasília provocada por fogo em turbina. (Foto: Reprodução/CorreioWeb)

Um incêndio em uma das turbinas de um avião da Gol no aeroporto de Brasília interrompeu a decolagem da aeronave na tarde deste domingo (14/2). Quando o avião, voo GOL 1415 (Brasília-São Paulo), executou o procedimento de pushback (quando a aeronave dá a ré e sai da ponte de embarque), o piloto percebeu algo errado e voltou para a posição inicial. O incidente ocorreu às 15h20. Ninguém ficou ferido. Todos os passageiros e tripulação foram rapidamente afastados da aeronave. Segundo a Gol, os 145 passageiros foram realocados em dois outros voos com destino a São Paulo.

O engenheiro Carlos Factore disse ao portal G1-BSB, que houve desespero entre os passageiros. “Foi um pânico muito grande, um susto muito grande. Esquentou muito internamente e todo mundo tentou buscar uma saída na frente”, disse. “Eu voo muito e nunca passei por um susto desse. A gente fica preocupado depois disso”, continuou o passageiro.

Segundo a Inframerica, empresa que administra o Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, os bombeiros prestaram rápido auxílio e o acidente não gerou impacto nas operações do aeroporto.

Em nota, a Gol informou que houve uma falha técnica no escapamento da turbina direita, “danificando apenas externamente a fuselagem da aeronave próxima ao motor”. A empresa disse ainda que os 145 clientes a bordo foram desembarcados normalmente e reacomodados em outros voos da companhia e de outras aéreas conforme disponibilidade.

Notícias Relacionadas