Partidos faturaram R$ 6,5 milhões em janeiro

CLÁUDIO HUMBERTO

partido.eleicoesMesmo com a crise econômica, os partidos faturaram R$ 61,5 milhões apenas no mês de janeiro, sacando do Fundo Partidário. Com o fim do financiamento privado de campanha, os políticos encontraram no fundo partidário alternativa para financiar as campanhas com dinheiro público, ainda que o financiamento público não tenha sido adotado oficialmente. Em 2016, os partidos irão abocanhar quase R$ 900 milhões do Fundo.

ENDINHEIRADOS
Os partidos que mais faturaram em janeiro foram: PT (R$ 7,97 milhões), PSDB (R$ 6,73 milhões) e PMDB (R$ 6,54 milhões).

QUEM MENOS FATUROU
Os partidos que menos receberam dinheiro do Fundo foram Novo, Rede e PMB. Cada um levou R$ 87,84 mil.

VIDA PRÁTICA
Em 2015, os partidos levaram R$ 811,28 milhões. As promessas de corte ficaram apenas no papel. Ao contrário: aumentaram.

ESTRATÉGIA MALANDRA
Como não encontra um só parlamentar disposto a ofender o juiz Sergio Moro, chamando-o de “tucano”, o governo e o PT resolveram atribuir as denúncias contra Dilma e Lula a “inconformismo da oposição com a derrota”. É uma tentativa marota de desqualificar as investigações.

E O DINHEIRO?
A campanha de Dilma recebeu dinheiro roubado da Petrobras, segundo Ricardo Pessoa (UTC) confessou ao Ministério Público. Mas o governo insiste que “a oposição está inconformada com a derrota”, blábláblá.

E AS MARACUTAIAS?
Lula é investigado por várias denúncias graves, do tríplex ao sítio, do tráfico de influência internacional aos negócios do amigo Bumlai, mas o governo insiste que a oposição “quer destruir Lula”, blábláblá.

VETERANO NA PRISÃO
Em um mês, o ex-ministro José Dirceu terá completado mais tempo preso preventivamente, na Operação Lava Jato, do que a pena que cumpriu na Papuda, no escândalo do mensalão. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas