Bahia bate o Santa Cruz por 1 a 0 na estreia da Copa do Nordeste

O tricolor baiano chegou ao terceiro triunfo consecutivo na temporada e quebrou um tabu de cinco anos sem vencer o Santa (Foto: Antônio Melcop / site oficial do Santa Cruz)
O tricolor baiano quebrou um tabu de cinco anos sem vencer o Santa (Foto: Antônio Melcop / site oficial do Santa Cruz)

Atual vice-campeão do Copa do do Nordeste, o Bahia começou bem a competição deste ano. Jogando no Arrudão, em Recife, o tricolor baiano bateu o Santa Cruz por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado aos 20 minutos do primeiro tempo, em um lindo chute do meia Juninho.

O tricolor baiano  chegou ao terceiro triunfo consecutivo na temporada e quebrou um tabu de cinco anos sem vencer o Santa. A última vez tinha sido uma goleada por 4 a 1, no Nordestão de 2010.

A primeira etapa começou com o time pernambucano pressionando, mas com uma defesa bem postada, o Bahia conseguia neutralizar as jogadas. Porém, foi o tricolor baiano que abriu o placar. Aos 20 minutos, Juninho arrancou pelo meio e chutou colocado, no canto direito do goleiro adversário. Foi o primeiro gol do volante com a camisa do Bahia.

O Santa continuou pressionando, mas sempre esbarrava nas boas defesas do paredão Marcelo Lomba.

Aos 47, o Bahia teve ótima oportunidade de marcar. Após escanteio para o adversário, Hernane puxou o contra-ataque e entrou sozinho para marcar, mas chutou para fora.

No segundo tempo o time voltou com a mesma formação, mas logo aos cinco minutos o técnico Doriva teve que fazer a primeira substituição. Gustavo, com um mal-estar, deu lugar para Robson.

Aos oito, o tricolor baiano teve outra grande chance de ampliar o placar no Arruda. Hernane recebeu bola, invadiu a área e tocou por cima de Tiago Cardoso. A bola caprichosamente bateu no travessão.

Ficha do jogo Santa Crux 0 x 1 Bahia

Santa Cruz 
Tiago Cardoso; Vitor, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar, Dedé (Raniel) e João Paulo; Wallyson, Grafite (Bruno Moraes) e Lelê (Keno). Técnico: Marcelo Martelotte.

Bahia 

Marcelo Lomba; Hayner, Éder, Gustavo (Robson) e João Paulo (Yuri); Feijão, Danilo Pires e Juninho; Luisinho, Hernane Brocador e Edgar Junio (Zé Roberto). Técnico: Doriva.

Local: estádio do Arruda (Recife). Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreria (AL). Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Maxwell Rocha da Silva (ambos de AL). Gols: Juninho (Bahia). Cartões amarelos: Gustavo, Hernane Brocador, Hayner, João Paulo, Zé Roberto (Bahia); Wellington Cézar, Vitor (Santa). Público: 10.492 Renda: R$ 180.225,00.

Notícias Relacionadas