Testes rápidos detectam 57 casos de HIV durante o carnaval

2.050 pessoas, 6.150 testes realizados, 57 diagnósticos positivos para HIV, 228 reagentes para sífilis e 20 para hepatite C. Esse é o balanço final do Projeto Fique Sabendo que este ano registrou uma procura 13% maior de interessados em fazer os exames para detecção de doenças sexualmente transmissíveis quando comparado ao carnaval passado.

O Fique Sabendo é um projeto que visa estimular o diagnóstico precoce como forma de quebrar a cadeia de transmissão do HIV e DST’S (Foto: José_Máximo/Ascom/SMS)
O Fique Sabendo é um projeto que visa estimular o diagnóstico precoce como forma de quebrar a cadeia de transmissão do HIV e DST’S (Foto: José Máximo/Ascom/SMS)

O Fique Sabendo é um projeto que visa estimular o diagnóstico precoce como forma de quebrar a cadeia de transmissão do HIV e DST’S. Dados do Ministério da Saúde indicam que cerca de 718 mil pessoas vivam com HIV no país, sendo que 150 mil desconhecem sua situação. Após o período do carnaval, as testagens podem ser feitas gratuitamente durante todo o ano nos postos de saúde do município.

Tratamento – Todo tratamento é ofertado gratuitamente pela rede municipal de saúde. Os pacientes soropositivos para HIV receberam encaminhamento para o Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA Marymar Novais, no Dendezeiros, para acompanhamento médico e multiprofissional, além da retirada dos medicamentos antirretrovirais, enquanto que os que foram identificados reagentes para sífilis devem comparecer a uma das unidades básicas do município para iniciar o tratamento. Já os usuários detectados com hepatite C, são direcionados para um dos Ambulatório Municipais especializados no acolhimento de pacientes com a patologia que funcionam no Multicentro Vale das Pedrinhas e na Clínica Santa Clara, no Comércio.

Sexo seguro – Outro destaque consiste no incentivo ao sexo protegido através da distribuição de preservativos e materiais educativos sobre prevenção das DST’s. Durante o ano todo, qualquer cidadão pode fazer a retirada das camisinhas nos postos de saúde que fazem parte da Atenção Básica da rede municipal de Salvador.

Notícias Relacionadas