Polícia Militar organiza documentos e objetos perdidos no Carnaval

Mais de 2.600 lotes já foram catalogados e cadastrados no site da PM, na seção ‘Documentos Perdidos’
Mais de 2.600 lotes já foram catalogados e cadastrados no site da PM, na seção ‘Documentos Perdidos’
Os seis dias de Carnaval já acabaram, mas o trabalho da Polícia Militar em decorrência da festa está longe de chegar ao fim. Todos os documentos e objetos encontrados durante a folia estão sendo organizados para serem devolvidos aos donos. Para os moradores de outros países, estados ou cidades do interior da Bahia, o serviço de entrega já está disponível no Quartel do Comando Geral da PM, no Largo dos Aflitos. Para os soteropolitanos, a devolução começa na próxima segunda-feira (15), no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) do Shopping Barra.

Mais de 2.600 lotes já foram catalogados e cadastrados no site da PM, na seção ‘Documentos Perdidos’. Cada um dos lotes corresponde a todos os documentos que pertencem ao mesmo folião, já que alguns perderam carteiras com diversos itens como identidade e habilitação – que são maioria do material recolhido -, mas também cartões de seguro de saúde, carteira de trabalho, certidões de nascimento e de óbito, passaportes, porta documentos, além de objetos como óculos de grau e de sol, celulares e chaves.

Quem procura os documentos pode consultar no site da PM se eles foram localizados. Informando o nome completo, é possível encontrar também o número do lote. Com esse número, fica ainda mais fácil a busca dos agentes responsáveis pela entrega. Quem não puder acessar o site, pode realizar o procedimento no posto do SAC.

Segundo o ouvidor da PM, major Everaldo Maciel, a partir deste Carnaval, o serviço ficará permanentemente disponível para a população. “O comando da PM aprovou o projeto para que o serviço de documentação perdida fique disponível, a partir de agora, o ano inteiro, funcionando também para outros eventos e festas populares”, explica.

Notícias Relacionadas