Governo prevê arrecadar R$ 3 trilhões na crise; Leia em Cláudio Humberto.

CLÁUDIO HUMBERTO

Caso se confirme a previsão, Dilma terá conseguido dobrar as receitas do governo em comparação a 2010.
Caso se confirme a previsão, Dilma terá conseguido dobrar as receitas do governo em comparação a 2010.
Após alegar que a falta de recursos é justificativa para recriação da CPMF, o governo Dilma Rousseff começa 2016 estabelecendo um novo patamar de receitas: R$ 2,95 trilhões até o final do ano. O valor é a soma de impostos, tributos, taxas, multas, cobranças judicias e qualquer outra forma para meter a mão no bolso do contribuinte. Incluindo os recentes aumentos de tributos e de contribuições, já em vigor.

PERNAS CURTAS
A Receita utilizou a inflação para alegar que a arrecadação estava em queda. Mas no fim de 2015, as receitas subiram o dobro da inflação.

MÁQUINA DE ARRECADAR
Caso se confirme a previsão, Dilma terá conseguido dobrar as receitas do governo em comparação a 2010, último ano do governo Lula.

DESCONTROLADA
Para especialistas, a crise foi provocada pelo descontrole nos gastos do governo Dilma: só em 2014, R$ 106 bilhões a mais que o previsto.

SURTO GASTADOR
Em vez de fazer as reformas que reduzam o tamanho e o custo do seu governo gastador, Dilma quer aumentar os impostos e recriar a CPMF. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas