Ju Isen é impedida de usar tapa-sexo em protesto contra Dilma

Unidos do Peruche proibiu Ju Isen de usara tapa sexo com imagem de protesto contra Dilma  (Foto: EGO/Reprodução)
Unidos do Peruche proibiu Ju Isen de usara tapa sexo com imagem de protesto contra Dilma (Foto: EGO/Reprodução)
O clima ficou tenso no desfile da Unidos do Peruche na noite deste sábado, 6, no sambódromo do Anhembi, em São Paulo. Revoltada com o veto de seu tapa-sexo em protesto à presidente Dilma Rousseff, Ju Isen tirou a comportada fantasia indicada pela agremiação, surpreendendo muita gente.

“Fui agredida e estou cheia de sangue na perna! Vou processar! Fui agredida pelo pessoal da escola! Me jogaram no chão e estou toda machucada! Bateram em mim”, gritou Ju Isen, totalmente transtornada, ao ser abordada pelo EGO.
A loira, que ficou conhecida em todo o país ao ficar seminua nas manifestações políticas que aconteceram em São Paulo em 2015, não pode usar o polêmico tapa-sexo em protesto à presidente . A escola de samba Unidos do Peruche não quis fazer apologia ao impeachment e obrigou a musa a usar uma fantasia mais comportada.

Segundo a agremiação, Ju tinha que usar uma roupa com ligação com o enredo do desfile: os 100 anos do samba. O tapa-sexo havia sido uma sugestão dela.

“Não sei porque proibiram, mas estou muito chateada”, lamentou ela na concentração do desfile da Unidos do Peruche. “Estou me sentindo injustiçada. Quero o impeachment e o povo quer o impeachment”, clamou. (Portal EGO).

Notícias Relacionadas