Rodoviários fecham acordo de R$1 milhão e movimento é suspenso

Prefeito ACM Neto mediou acordo entre o rodoviários e empresários (Foto: Sindicato dos Rodoviários)
Prefeito ACM Neto mediou acordo entre o rodoviários e empresários (Foto: Sindicato dos Rodoviários)

Um acordo fechado na tarde desta quarta-feira, após reunião entre o Sindicato dos Rodoviários e o SETPS, intermediada pela Prefeitura, assegurou a gratificação de R$ 1 milhão para ser distribuída aos rodoviários que trabalharem no período do Carnaval. Com o acordo fica suspenso o movimento que previa o encerramento da jornada de trabalho dos rodoviários às 18h durante a folia, a partir desta quinta-feira.

O recurso para o pagamento da gratificação de Carnaval da categoria, combinado inicialmente em R$ 1.500, vem dos contratos de busdoor viabilizados pelas empresas que compõem o Consórcio das bacias. No entanto, a Ottrans não conseguiu fechar o contrato e o valor foi reduzido.

A gratificação vem sendo paga desde 2014 quando foi distribuído entre os trabalhadores R$ 460 mil. Em 2015 foram R$ 600 mil. O total acordado este ano representa um aumento de 60% na gratificação. O valor que será pago a cada rodoviário só poderá ser definido após o Carnaval, depois do balanço das escalas de trabalho em cada empresa.

Antes da reunião com o SETPS, a direção do Sindicato dos Rodoviários teve audiência com a presidenta do Tribunal Regional do Trabalho, a desembargadora Maria Adna Aguiar. Os sindicalistas foram informados que o SETPS havia entrado com dissídio solicitando a ilegalidade e abusividade do movimento, e liminar para garantir 100% da frota nas ruas.

Notícias Relacionadas