Paratriatleta encontrou no esporte a força para voltar a sonhar

Destaque no esporte cearense, Elione Sousa, hoje, é reconhecido no Brasil e no mundo através da sua história de superação
Destaque no esporte cearense, Elione Sousa, hoje, é reconhecido no Brasil e no mundo através da sua história de superação
Natural de Aracati-CE, o paratriatleta Francisco Elione Sousa, 32 anos, encontrou no esporte a oportunidade para voltar a sonhar. Hábito esse, diga-se de passagem, deixado de lado ainda na infância, como ele mesmo recorda, pelo chamado para trabalhar com o pai, pedreiro de profissão, logo cedo.

Em 2010, a combinação “álcool e direção” foi o suficiente para provocar um acidente de trânsito que quase o levou à morte e o fez renascer para a nova realidade. Agora, sem uma das pernas. O que para muitos pode ser o motivo para desistir de viver, para Elione foi a oportunidade de seguir a vida com um novo foco. “A deficiência me trouxe novos sonhos”, conta o paratleta ao lembrar que, na infância, o seu desejo era ser jogador de futebol.

Foi durante o processo de reabilitação que Elione se descobriu atleta. Os exercícios na piscina o fizeram enxergar a capacidade de enfrentar novos desafios. Sem ao menos saber nadar, foi incentivado a procurar no esporte o caminho da superação. “Em vez de ficar em casa, deitado numa cama e reclamando da vida, resolvi levantar a cabeça e fazer diferente. Isso era o mínimo que poderia fazer por mim e por minha família”, conta emocionado e segurando discretamente o choro ao falar dos pais.

Destaque no esporte cearense, Elione Sousa, hoje, é reconhecido no Brasil e no mundo através da sua história de superação, sucesso e pelos títulos conquistados. O atleta é campeão cearense de Para-natação, campeão Norte e Nordeste de Para-natação, 3º colocado no Open Internacional da Argentina, 3º colocado no Open Internacional de São Paulo, 3º colocado no ranking Brasileiro de Paratletismo. Atual campeão cearense Paratriahlon, 3º colocado no ranking Brasileiro, 4º colocado ITU World Paratriathlon Manaus.

Para conseguir resultados ainda melhores, o paratriatleta, que compete nas modalidades natação, ciclismo e corrida, recebeu do Hapvida Saúde uma prótese especial para o membro inferior esquerdo. Ele estreia com a prótese nova, neste sábado (7), durante o Campeonato Brasileiro de Paratriathlon, em Ilhéus – BA.

Sobre os sonhos futuros, Elione quer ir além. “Todos os dias quero acordar e perceber que posso fazer mais, que posso ir além”. O foco agora é se destacar entre os quinze paratletas com melhores resultados para competir nos Jogos Olímpicos 2016. Com determinação, Elione também quer ser motivo de orgulho e de exemplo para os tantos outros “franciscos” espalhados pelo nosso País.

Notícias Relacionadas