Deputados da oposição investigam obras paradas do governo da Bahia

O roteiro das obras inacabadas foi traçado pelo deputado Herzem Gusmão (PMDB)
O roteiro das obras inacabadas foi traçado pelo deputado Herzem Gusmão (PMDB)
A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia desembarca nesta quinta-feira, 5, em Vitória da Conquista, para cumprir mais uma agenda de fiscalização das obras paradas do Estado, prometidas desde a gestão de Jaques Wagner e que não avançaram no governo de continuidade de Rui Costa. O objetivo do périplo que seguirá um roteiro traçado pelo deputado da região e anfitrião da visita, Herzem Gusmão (PMDB), é checar in loco o andamento dessas obras, denunciar o abandono, o descaso com os recursos públicos e pedir providências ao Ministério Público.

A Agenda estabelecida pela oposição foi iniciada no mês de agosto nos municípios de Ilhéus e Itabuna, onde os deputados constataram um cenário de desolação e abandono nos canteiros onde as obras deveriam estar sendo executadas, a maioria reconhecidamente essencial para a população local, a exemplo da ponte Ilhéus-Pontal, da reforma do Hospital Luiz Viana Filho e da barragem do Rio Colônia.

Para a visita de fiscalização em Vitória da Conquista, 12 dos parlamentares que congregam a bancada oposicionista já confirmaram presença, incluindo o líder do bloco, deputado Sandro Régis (DEM). “Temos a obrigação de cumprir o papel para o qual fomos eleitos, que é o de acompanhar, fiscalizar e cobrar as ações do Executivo em benefício da sociedade”, observou Régis, frisando que a paralisação de obras importantes nos diversos municípios vem gerando o sentimento de revolta entre a população e a clareza de que tratavam-se de promessas puramente eleitoreiras, anunciadas e propagadas amplamente ainda no governo Wagner e durante a campanha eleitoral do atual governador Rui Costa.

Notícias Relacionadas