Câmara dos Deputados vai julgar e deve rejeitar as contas de Dilma

Rejeição das contas tornaria Dilma sujeita a responder por crime de responsabilidade.
Rejeição das contas tornaria Dilma sujeita a responder por crime de responsabilidade.
O Congresso deve finalmente votar as contas do governo após o recesso. Essa obrigação constitucional não é cumprida desde 2002. Na oposição, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, articula a rejeição das contas, o que tornaria Dilma sujeita a responder por crime de responsabilidade, com perda de mandato e inelegibilidade. Cunha vai pôr em votação também contas de FHC (2002) e de Lula (2006-2008).

OITO ANOS – O julgamento no Congresso é baseado em relatórios do Tribunal de Contas da União. Contas rejeitadas geram inelegibilidade por 8 anos.

QUEDA DE BRAÇO – As contas de Dilma devem passar pela Comissão Mista de Orçamento. O PT tentará retardar a análise do caso.

CRISE INSTITUCIONAL – Eduardo Cunha considera que é melhor direcionar a crise para o Planalto, antes que o Congresso seja “engolido pela Lava Jato”.

NÃO ESTÁ AGRADANDO – O ânimo dos ministros do TCU é o mesmo dos parlamentares e da população, segundo apuram as pesquisas: repulsa total ao governo. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas