Marquinhos diz que diretoria do Cruzeiro bancou sua permanência

Marquinhos: "Foi o Cruzeiro que não aceitou a proposta e que falou que era para eu permanecer aqui. É vida que segue" (Foto: Washington Alves/Light Press/Site Oficial do Cruzeiro)
Marquinhos: “Foi o Cruzeiro que não aceitou a proposta e que falou que era para eu permanecer aqui. É vida que segue” (Foto: Washington Alves/Light Press/Site Oficial do Cruzeiro)

Nos últimos dias, o atacante do Cruzeiro Marquinhos esteve envolvido em uma negociação com o time Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, mas que não foi concretizada. Nesta manhã de quarta-feira, o atleta concedeu entrevista coletiva na Toca II e revelou que a decisão sobre sua permanência no elenco cinco estrelas partiu da diretoria celeste.

“Foi o Cruzeiro que não aceitou a proposta e que falou que era para eu permanecer aqui. É vida que segue. Eu só tenho que trabalhar mesmo e procurar conquistar o meu espaço para poder continuar ajudando a equipe”, declarou o jogador, que acumula 50 jogos, dez gols e um título do Brasileirão pelo Cruzeiro.

No último fim de semana, devido à possibilidade dessa transferência, o cruzeirense não foi relacionado para a partida contra o Avaí, no Mineirão. Agora, com o seu destino definido, o velocista promete muito empenho para reconquistar a sua vaga na equipe titular de Vanderlei Luxemburgo.

“O mais importante é estar trabalhando e correndo atrás do nosso objetivo. A gente sabe que aqui existe vários jogadores com qualidade e que também querem estar entre os onze titulares para poder ajudar a equipe. Estou trabalhando muito para que, quando o professor precisar de mim, eu esteja pronto para corresponder dentro de campo”, disse.

 

Notícias Relacionadas