Walter Pinheiro nega, mas tendência mesmo é deixar o PT.

O PDT quer Pinheiro no partido
O PDT quer Pinheiro no partido

O destino partidário do senador Walter Pinheiro tem se delineado com o passar dos dias, à medida que novas informações de bastidores vão surgindo sobre as conversas que o político tem mantido com pessoas próximas. Sua saída do PT é negada por ele e por dirigentes do partido, mas o parlamentar tem buscado uma legenda para se abrigar e isso foi confirmado pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, em entrevista à Tribuna da Bahia sobre o interesse do senador na legenda.

“Há cerca de um mês tive uma conversa com o senador. Ele está numa situação difícil, coloquei o partido à disposição e disse que o PDT receberia bem a decisão dele”, contou Lupi. A ida do petista fortaleceria o Partido Democrático Trabalhista na disputa por uma cadeira do Senado Federal, que tinha o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL), Marcelo Nilo, como uma aposta interna.

No entanto, as desavenças entre Nilo e o presidente da legenda, o deputado Félix Mendonça Júnior, levaram o chefe do Legislativo a abrir mão do partido e agora se debruça a criar o Partido Liberal na Bahia com o intuito de ser presidente da sigla regionalmente. Com Pinheiro, o partido teria um puxador de votos com possibilidade de reeleição. “Seria excelente, um grande político, excelente no que faz, um nome com muitos votos na Bahia”, aspirou Lupi, que ressaltou não ter a intenção de interferir na decisão do ainda petista.(Tribuna)

Notícias Relacionadas