ACM Neto participa de encontro sobre meio ambiente no Vaticano

Prefeito de Salvador cumpre agenda no Vaticano
Prefeito de Salvador cumpre agenda no Vaticano

O prefeito de Salvador, ACM Neto, é um dos membros da delegação brasileira da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) presente no Vaticano para discutir as propostas da primeira Encíclica escrita pelo Papa Francisco (Encíclica Verde) que trata do meio ambiente. O encontro com o sumo pontífice acontece nesta terça-feira (21), às 12h (horário de Brasília), e também conta com prefeitos de cidades como Nova Iorque, Roma, Paris, Estocolmo, Madri, Milão, São Francisco, Joanesburgo, Oslo, Bogotá e Cidade do México, dentre outros. A delegação brasileira é composta ainda pelos prefeitos de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, também presidente da FNP; de São Paulo, Fernando Haddad; de Porto Alegre, José Fortunatti; de Goiânia, Paulo Garcia; e de Curitiba, Gustavo Fruet.

Na ocasião, serão tratadas questões relacionadas com o meio ambiente e o desenvolvimento econômico tratadas pelas políticas nacionais e locais. O encontro também servirá para reunir líderes mais próximos da população para auxiliar na construção de diretrizes concretas para a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), que ocorrerá em dezembro deste ano, em Paris. O evento será transmitido ao vivo pela Internet.

No Brasil, são realizados eventos preparatórios como o III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (III EMDS), promovido pela FNP em abril deste ano, em Brasília e que reuniu governantes, dentre eles o prefeito ACM Neto, parlamentares, gestores, acadêmicos e estudantes.

<strong>C40 –</strong> Antes do encontro com o Papa Francisco, o prefeito ACM Neto foi o único representante brasileiro na reunião do C40 (Cities Climate Leadership Group), realizada nesta manhã no Vaticano e que contou ainda com a participação de prefeitos de diversas capitais do mundo. Salvador ingressou oficialmente em maio deste ano na lista de capitais envolvidas nas principais discussões mundiais sobre os efeitos da poluição no clima do planeta. Com base localizada em Londres (ING), o C40 foi criado em 2005 (antes C20), a partir da inquietação de cidades preocupadas com questões relativas ao clima, em busca de traçar novos rumos em relação à sustentabilidade e reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 248 milhões de toneladas até 2020. Hoje o grupo conta com a participação de 75 cidades.?

Notícias Relacionadas