Navios de guerra que atuarão na segurança da Copa chegam a Salvador

A partir do dia 12 de junho, a Fragata “Niterói” será empregada com mais cinco navios e 11   embarcações subordinadas ao Comando do 2º Distrito Naval na Operação Copa do Mundo 2014 (Foto: Arquivo da Marinha do Brasil)
A partir do dia 12 de junho, a Fragata “Niterói” será empregada com mais cinco navios e 11
embarcações subordinadas ao Comando do 2º Distrito Naval na Operação Copa do Mundo 2014 (Foto: Arquivo da Marinha do Brasil)

As Fragatas “Niterói”e “União”, navios de guerra da Marinha do Brasil, chegam a Salvador no próximo domingo, 1º de junho, após concluírem uma série de exercícios preparatórios dentro da Operação Tropicalex/Copa-2014, que teve início em 19 de maio e foi realizada desde a bacia petrolífera de Campos, no litoral do Espírito Santo, até a cidade de Salvador.

A partir do dia 12 de junho, a Fragata “Niterói” será empregada com mais cinco navios e 11 embarcações subordinadas ao Comando do 2º Distrito Naval na Operação Copa do Mundo 2014, para realizar a defesa marítima da cidade de Salvador. Já a Fragata “União” deixa a capital baiana na manhã da segunda-feira, 2 de junho, rumo a Natal/RN, onde realizará a mesma tarefa naquela cidade-sede.

Sediadas no Rio de Janeiro, as Fragatas são da mesma classe e estão equipadas com radares e sensores para vigilância aérea, de superfície e submarina, além de armamentos como o míssil antinavio MM-40 EXOCET; míssil antiaéreo ASPIDE; um canhão de 115 mm, com alcance de 22 Km; dois canhões antiaéreos automáticos de 40mm, com capacidade para neutralizar mísseis hostis; dois lançadores triplos para torpedos Mk-46; e lançador de foguetes antissubmarino. Cada navio desloca 3.700 toneladas e conta com uma tripulação de 217 homens.

Durante a Copa do Mundo, os navios da Marinha do Brasil realizarão a tarefa de controle de área marítima, monitorando todo o tráfego de embarcações nas áreas litorâneas das cidades-sede, com o objetivo de combater ilícitos e neutralizar qualquer ação hostil a partir do mar.

Notícias Relacionadas