Lula insinua ao PMDB que pode ser candidato no lugar de Dilma

Dilma RousseDilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silvaff e Luiz Inácio Lula da Silva
Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva
CLÁUDIO HUMBERTO

Nas duas conversas com a cúpula do PMDB em uma semana, para acertar sua presença no palanque do partido em vários estados, Lula insinuou o tempo todo que se a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à reeleição “desandar nas pesquisas”, será ele o candidato. Entre os lulistas do PT e do PMDB, há grande expectativa pela nova pesquisa do Ibope, nesta quinta-feira. Se Dilma “desandar”, já era.

Insuportável – Na conversa com a cúpula do PMDB, Lula ficou se achando ao ouvir histórias sobre o “Volta, Lula”. No fundo, ele adora essa história.

Diálogo de raposas – Como sempre, Lula disse o que o PMDB queria ouvir e, em retribuição, ouviu o que queria. Inclusive que “continua imbatível no Nordeste”.

Ela captou a mensagem – Dilma saiu do Encontro Nacional do PT, em São Paulo apenas “pré-candidata” a presidente. Esperava ter sido consagrada como candidata.

Dupla sertaneja – Para acalmar Dilma e, segundo ele, driblando a modéstia, “ajudá-la a melhorar nas pesquisas”, Lula combinou aparições conjuntas. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Valeria

    É esse sapo que queremos, pois tomou porrada em todas as cidades que ele apoiou.

Comentários estão suspensos