Em greve, servidores do MinC paralisam atividades em 12 museus

Da Agência Brasil

No terceiro dia da greve dos servidores do Ministério da Cultura (MinC) e instituições vinculadas, 12 dos 30 museus administrados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) ficaram de portas fechadas, como o Museu Nacional de Belas Artes e Museu da República, no Rio de Janeiro.

Amanhã (15), representantes dos grevistas se reunirão com a secretária executiva do MinC e a secretária de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog). Eles devem discutir a equiparação salarial com servidores da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e da Fundação Casa Ruy Barbosa.

Além da recomposição dos salários, os servidores reivindicam melhores condições de trabalho, maior participação nas políticas públicas do ministério, além da unificação da categoria. De acordo com o presidente da Associação dos Servidores do Ibram (Asbram), André Angulo, o movimento está disposto a discutir o reajuste para o ano que vem, caso isso signifique um impacto fiscal para o Ministério do Planejamento.

Notícias Relacionadas