“Vatapá vergonhoso”, diz Cláudio Humberto sobre aposentadoria de Fátima Mendonça.

Alvo do Conselho Nacional de Justiça por ter se tornado efetiva sem concurso, a mulher do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), Fátima Mendonça, se aposentou no Tribunal de Justiça. Trabalhar, dizem na Bahia, nunca foi seu forte. Ganhava quase R$ 15 mil.

Este é um dos comentários desta terça-feira (13) do colunista político Cláudio Humberto – Clique AQUI e leia a coluna na íntegra.

Fátima Mendonça, que inicialmente foi para o Tribunal de Justiça à disposição (originalmente ela era servidora da Ebal). No TJ se tornou “funcionária efetiva” e conseguiu agora “aposentadoria voluntária”, concedida pelo presidente Eserval Rocha, conforme publicação no Diário da Justiça. A publicação também exonerou, “a pedido”, a primeira-dama do cargo comissionado de Assessor de Supervisão Geral, pelo qual recebia um salário de R$ 14.632,88.

Leia também:

Notícias Relacionadas