Traficante escondia submetralhadora enterrada na sala da casa em Águas Claras

Salvador – Investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), integrantes do Grupo de Apreensão e Captura (Grac), encontraram uma submetralhadora de fabricação caseira, enterrada na sala da casa do traficante Rogério Batista de Oliveira, 34 anos, no Loteamento Condor, em Águas Claras. O carregador da arma e nove munições de calibre 40 também estavam enterrados no mesmo local.

Anunciada na tarde desta segunda-feira (12) pelo delegado Vinícius Moor Brandão, da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), a apreensão ocorreu na tarde da última quinta-feira (8). Os investigadores foram até o local para apurar denúncias de tráfico de drogas e utilização de armas por traficantes, no Loteamento Condor.

Segundo o delegado, moradores da localidade apontaram Rogério Batista de Oliveira como integrante de uma das quadrilhas que agem ali, informando o local onde ele escondia a submetralhadora. Um colete balístico e uma faca tipo peixeira também foram apreendidos durante a ação policial. O material havia sido deixado próximo à casa de Rogério por um grupo de homens, que fugiu ao avistar a guarnição do DHPP.

Autuado por porte ilegal de arma, Rogério segue custodiado no sistema prisional. A submetralhadora, o carregador, as munições, o colete e a peixeira foram encaminhados para perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Notícias Relacionadas