Prisco divulga carta a PMs pedindo empenho durante a Copa do Mundo

Prisco está preso desde o último dia 18 no Complexo da Papuda, em Brasília.
Prisco está preso desde o último dia 18 no Complexo da Papuda, em Brasília.
O Vereador Soldado Prisco, presidente da ASPRA, preso há exatamente uma semana, escreveu duas cartas, uma delas destinada aos Policiais Militares da Bahia e do Brasil e a outra à esposa e filhos. Em mensagem trazida pelo advogado do vereador, ele pede que os policiais “façam um trabalho de excelência na copa do mundo”.

Prisco pede ainda que, assim como os policiais de Feira de Santana farão um gesto simbólico de entregar flores à população, durante o Micareta de Feira de Santana, demais policiais na Bahia também façam atos pacíficos ordeiros por PAZ, em seus horários de folga. O coordenador-jurídico da Aspra, Fábio Brito, garantiu que o pedido do vereador soldado Prisco será mantido e as associações continuarão a orientar os policiais militares a trabalharem normalmente.

“A permanência das tropas federais foi desnecessária. A presença do exercito, com homens armados de fuzis, em pleno centro urbano, gerou intranquilidade, quando a situação na cidade já estava, há dias, normalizada. Mas agora tudo volta ao normal, o exército já deixou a cidade”, afirmou. “Prisco tem sido motivo de orgulho para todos os policiais da Bahia e do Brasil, as pessoas não param de perguntar por ele, baste ver alguém na rua com a camisa da ASPRA logo perguntam, e o nosso guerreiro quando virá? As pessoas estão muito comovidas com a situação do Vereador Soldado Prisco”, afirmou o diretor da Aspra/Regional Ilhéus, Augusto Júnior.

Notícias Relacionadas