Habeas corpus de Marco Prisco será decidido por Ricardo Lewandowski

Ministro Ricardo Lewandowski (Foto: STF)
Ministro Ricardo Lewandowski (Foto: STF)
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, foi sorteado relator do habeas corpus que pede a libertação do vereador e líder da greve da PM da Bahia Marco Prisco (PSDB), depois que a colega que recebeu a ação no plantão, Carmem Lúcia, não emitiu a decisão. Prisco está preso no presídio da Papuda, em Brasília, desde a última sexta-feira.

O advogador de Marco Prisco, Fábio Brito, disse esperar que no máximo em 48h se tenha uma posição do STF. “Como o pedido de Habeas Corpus só chegou ontem às mãos do ministro Lewandowski, é como se o pedido tivesse sido feito também ontem. Então acreditamos que no máximo saia uma resposta em 48h”, disse.

Segundo a assessoria do tribunal, Lewandowski tem uma série de processos em seu gabinete a analisar, motivo porque não teria prazo para decidir sobre Prisco. O ministro é acusado de ter votado sempre a favor dos petistas com participação no mensalão, a exemplo de José Dirceu. O diretor jurídico da Associação de Policiais e Bombeiros e seus Familiares (Aspra), entidade dirigida por Prisco, Fábio Brito, que advoga a favor do líder grevista, reclamou do fato de a urgência objetivada pelo habeas corpus não estar sendo respeitada.

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. ROBERTO CUNHA

    O QUE ESSAS PESSOAS ESTÃO QUERENDO É QUE A POLICIA PARALISE DE NOVO SUAS ATIVIDADES, RESOLVE LOGO ISSO E DEIXA O VEREADOR RESPONDER EM LIBERDADE.

Comentários estão suspensos