Confiança do comércio completa seis meses de queda

São Paulo – Com a variação de -0,2% sobre março, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), acumulou seis meses de resultados negativos, já considerados os ajustes sazonais. Aos 116,4 pontos, o índice encontra-se atualmente no nível mais baixo em 22 meses e se aproximou do piso histórico registrado em julho de 2012 (115,7 pontos).

A avaliação das condições correntes e as expectativas puxaram a queda, ambas variando -0,4%. O subíndice que mede as intenções de investimentos ficou praticamente estável (+0,1%) em relação março. A maior queda mensal dentre os nove componentes do Icec ocorreu na percepção das condições econômicas atuais (-1,3%). Em relação a abril do ano passado, queda de 8,0%. Assim como em março, todos os componentes do Icec registraram quedas anuais.

Notícias Relacionadas