Flamengo e Vasco disputam título estadual e jogam por “redenção”

Para o Flamengo, serve até um empate. Vasco precisa da vitória por qualquer marcador.
Para o Flamengo, serve até um empate. Vasco precisa da vitória por qualquer marcador. (Foto: Vasco/Divulgação)
Luiz Claudio Ferreira
Portal EBC

Flamengo ou Vasco pode ter um dia de redenção neste domingo (12), às 16h, no Maracanã. Enquanto o rubro-negro sofre do trauma da eliminação da Libertadores da América, na última quarta, o cruzmaltino tenta animar a torcida no ano que disputará a segunda divisão no Campeonato Brasileiro. Os novos ares para o campeão podem jogar o rival em uma crise. O empate por 1 a 1 no domingo passado colocou o Flamengo em uma situação melhor. A igualdade no placar dá a taça ao rubro-negro. Vasco precisa da vitória por qualquer marcador.

Desde quarta-feira passada, quando foi eliminado da Libertadores da América no Maracanã (lotado), os jogadores do Flamengo passaram a considerar a final do campeonato carioca, contra o Vasco, como a forma de esquecer ou amenizar o trauma da torcida rubro-negra. O site do clube divulgou a opinião do lateral-esquerdo André Santos. Para ele, é hora de dar a volta por cima. “Queríamos muito essa Libertadores. Mas um título é algo que nos dá ânimo e força. Um ano não pode se encerrar com uma competição. Temos que ter a cabeça no lugar, colocar a mão na consciência e saber onde erramos. É preciso uma auto-análise, e ganharmos o jogo de domingo, trazer o título”, disse.

Pelo lado do Vasco, Adilson Batista disse que a equipe está confiante. Segundo o site do clube, ele já sabe, por exemplo, quem será o o substituto do atacante Everton Costa, suspenso para o segundo jogo da final. “Trabalhei a parte tática, com muita disposição e muita entrega. A ideia hoje era diminuir a carga de treinamento para ter energia para domingo. Mas o eu já decidi o time” , contou Adilson, sem anunciar o nome do jogador escolhido. Segundo ele, a equipe está confiante em uma vitória neste domingo. “O título será importante para todos nós. Para os profissionais, para o clube e para o torcedor. Está tudo dentro do planejamento”, afirmou.

Notícias Relacionadas