Doleiro prometeu independência financeira ao deputado André Vargas

O diálogo em que o doleiro Alberto Youssef diz ao vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), que a atuação da dupla para obter um contrato com o Ministério da Saúde garantiria a independência de ambos terminou em tom de deboche, segundo trecho inédito da conversa, divulgado pela TV Globo.

A conversa foi finalizada com uma última mensagem de Youssef, onde ele escreveu “kkkkk”, termo usado em conversas digitais para expressar risadas.

De acordo com a transcrição das mensagens, trocadas em 19 de setembro de 2003, Vargas não respondeu ao último texto.

Youssef e o petista atuaram em parceria para viabilizar a assinatura de contrato da empresa Labogen, pertencente ao doleiro, com o Ministério da Saúde, para fornecimento de medicamentos. Como tem estrutura pequena, para conseguir firmar o contrato a empresa precisaria se associar à EMS, empresa farmacêutica especializada na produção de medicamentos genéricos.

No diálogo, Vargas diz ao doleiro ter encontrado um integrante da Labogen, Pedro Argese, que o teria informado sobre a proximidade de conclusão da parceria com a EMS.(Blog do Noblat)

Notícias Relacionadas