Santos e Ituano começam a decidir o Campeonato Paulista

A final do Paulistão Chevrolet 2014 começará a ser decidida por Ituano e Santos neste domingo (6), às 16h, no estádio do Pacaembu. O clube do interior será mandante na primeira partida, enquanto o Santos mandará a partida de volta, no mesmo estádio. O confronto marca o encontro da melhor defesa da competição, o Ituano, contra o melhor ataque, o Santos.

Equipe com melhor índice de aproveitamento longe de sua cidade, o Ituano acredita que pode continuar surpreendendo e gritar ‘é campeão’ após o término do segundo jogo. Durante a competição o clube de Itu venceu nove partidas, sendo três em casa e seis fora, além de outros cinco empates e três derrotas. No mata-mata, duas vitórias fora de casa. A primeira veio nos pênaltis, após empatar sem gols com o Botafogo. Já na segunda, contra o Palmeiras, o gol saiu aos 39 minutos do segundo tempo.

O zagueiro Anderson Salles destacou o bom momento e felicidade de todo o grupo da equipe de Itu. “Nosso grupo está bastante entrosado e feliz com toda campanha feita até aqui. Todo esse sucesso é merecimento de todos, comissão técnica, dos jogadores e da nossa torcida que em todos os momentos estiveram com a gente. Conseguimos formar uma equipe digna de disputar uma final como essa. Estamos muito contentes com tudo isso”, disse o camisa 4, que faz parte da melhor da competição com apenas 10 gols sofridos em 17 jogos, média de 0,58 gols sofridos por partida.

Para a partida o técnico Doriva terá o retorno do volante Paulinho, que cumpriu suspensão no último jogo. Com isso toda equipe está à disposição do treinador. “Estamos muito felizes por chegar até aqui. É uma honra disputar uma final como essa ainda mais diante do Santos. Nossa equipe está bem fisicamente e psicologicamente para buscar a vitória”, finalizou o atacante Rafael Silva.

O Santos é dono da melhor campanha do estadual e manteve o 100% de aproveitamento em casa. Depois de somar 36 pontos na primeira fase, o time praiano goleou a Ponte Preta por 4 a 0 nas quartas de final e, de virada, triunfou por 3 a 2 em cima do Penapolense na semifinal.

Ressaltando a importância desta partida, o técnico Oswaldo de Oliveira poupou quase todo time para o confronto contra o Mixto (MT) na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. As exceções ficaram por conta dos laterais Cicinho e Mena, que estão suspensos no estadual e dão lugar à Bruno Peres e Emerson Palmieri, respectivamente. Outro que atuou no meio de semana foi o goleiro Aranha, que está confirmado para a decisão. Essas mudanças não preocupam o treinador santista. “Eles já jogaram algumas partidas, são jogadores integrados, bastante entrosados com o restante da equipe”, comentou.

O comandante santista tem a receita para sair vitorioso: seguir jogando da mesma forma que atuou durante toda competição. “Não temos que mudar nada. A equipe chegou até aqui jogando assim. A pressão aumenta para a final, porque o adversário se prepara melhor, mas tudo que cresce do outro lado, cresce do nosso também. Tudo tem seguido um curso normal e vai seguir desta forma”, declarou.

Ficha Técnica

Ituano: Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Paulinho, Jackson Caucaia e Cristian; Esquerdinha e Rafael Silva.
Técnico: Doriva.

Santos: Aranha; Bruno Peres, Neto, David Braz e Emerson Palmieri; Arouca, Cícero e Gabriel; Geuvânio, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral;
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo;
Quarto árbitro: Leandro Bizzio Marinho;
Assistentes adicionais: Raphael Claus e Vinicius Furlan;
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo;
Data: domingo, 6, às 16h.

Notícias Relacionadas