José Wilker morre de infarto, aos 66 anos, no Rio

José Wilker durante evento da rede Globo em 2013 (Divulgação)
José Wilker durante evento da rede Globo em 2013 (Divulgação)
Morreu na manhã deste sábado, aos 66 anos, o ator José Wilker. O ator foi vítima de um infarto e faleceu em sua casa, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Wilker deixa duas filhas: Mariana e Isabel. Ainda não há informações sobre o velório.

José Wilker nasceu em 20 de agosto de 1947 em Juazeiro do Norte, no Ceará, e mudou-se ainda criança para Recife, onde iniciou sua carreira no rádio. Aos dezenove anos, se mudou para o Rio de Janeiro para estudar Sociologia, mas logo deixou o curso para se dedicar ao teatro. Sua primeira participação no cinema foi no filme A Falecida (1965). O ator estreou em uma novela em 1971 em Bandeira 2, exibida pela Globo.

Wilker atuou em cerca de trinta novelas na Globo. A última participação do ator em uma novela foi em 2012 em Amor à Vida, na qual interpretou o médico Hebert. No mesmo ano, José Wilker participou de Gabriela com o personagem Jesuíno, um coronel que matou sua esposa, interpretada por Maitê Proença, após descobrir uma traição.

Outros personagens marcantes do ator incluem o bicheiro Giovanni Improtta em Senhora do Destino (2004), Roque Santeiro, na novela homônima (1985), Rodrigo, protagonista de Anjo Mau (1976), e Juscelino Kubitschek, na série JK (2006). No cinema, Wilker participou de filmes como Bye Bye Brasil (1979) e Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976). Ele também trabalhou como diretor em programas humorísticos, como o Sai de Baixo.

Despedida — A notícia da morte de José Wilker surpreendeu seus admiradores e colegas de profissão. Pelas redes sociais, artistas escreveram mensagens lamentando a morte do ator e deixando mensagens de despedida. Em entrevista ao canal Globonews, a atriz Renata Sorrah, que trabalhou com Wilker em diversas novelas, disse estar chocada com a notícia sobre “seu grande amigo de tantos anos”. (Veja Online)

Notícias Relacionadas