PMDB avança em 3 estados e pressiona Dilma

Pesquisas do Instituto Ibope divulgadas ontem (2) põem candidatos do PMDB à frente na disputa pelos governos de Alagoas, Amazonas e Ceará. O resultado aumenta a pressão sobre a presidente Dilma Rousseff. Montar palanques fortes nos estados é fundamental para a reeleição de Dilma. Por esse motivo, ela tende a fazer concessões ao PMDB. É o caso do Ceará, onde a petista queria apoiar o candidato que fosse indicado pelo governador Cid Gomes (PROS). Dilma deve recuar e apoiar o senador Eunício Oliveira (PMDB), que lidera a disputa com 40% das intenções de voto.

No PMDB, a pressão é uma questão de sobrevivência. O PT tem a maior bancada na Câmara, com 88 deputados, contra 75 deputados peemedebistas. No Senado, quem tem o maior número de senadores é o PMDB: 20, contra 13 do PT. Se conseguir eleger, em outubro, mais senadores do que o PMDB e mantiver a maior bancada na Câmara, o PT pode presidir as duas Casas no próximo ano – reduzindo a força o partido aliado. Tudo o que não quer o PMDB.

De acordo com o Ibope, no Amazonas, o atual líder do governo no Senado, Eduardo Braga (AM), lidera com 61% das intenções de voto. Em Alagoas, o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), lidera com 41% das intenções.(Blog do Noblat)

Notícias Relacionadas