Cabral renuncia e Pezão é convocado para assumir cargo de governador do Rio

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Paulo Melo (PMDB), recebeu hoje (3) a carta-renúncia do governador Sérgio Cabral Filho e a levou ao conhecimento dos deputados durante sessão plenária esta tarde.

Na carta, em poucas palavras, Cabral declarou sua renúncia ao cargo para o qual foi reeleito e tomou posse no dia 1º de janeiro de 2011. Ele fundamentou a decisão no Inciso 6 do Artigo 99 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro e no disposto no Parágrafo 6 do Artigo 14 da Constituição Federal.

Em seguida, Melo declarou vago o cargo de governador fluminense, convocando o vice-governador, Luiz Fernando de Souza Pezão, para prestar juramento e tomar posse em substituição a Cabral.

A solenidade extraordinária de posse ocorrerá amanhã (4), às 9 h, na Alerj. Pezão exercerá o cargo de governador até o dia 31 de dezembro deste ano.

Notícias Relacionadas