Reordenamento da Avenida Sete será entregue na sexta

A primeira etapa do projeto de reordenamento e revitalização do comércio de rua da Avenida Sete de Setembro e adjacências será entregue à população nesta sexta-feira (21), às 17h, pelo prefeito ACM Neto e pela secretária da Ordem Pública, Rosemma Maluf. Eles farão uma caminhada pelo local acompanhados de representantes dos ambulantes. Como parte do ordenamento da área, a Prefeitura realizou uma série de melhorias na infraestrutura e distribuiu novas bancas para os ambulantes licenciados, que agora atuam de acordo com a padronização estabelecida pela Prefeitura.

Com o ordenamento, só quem tiver licenciado poderá trabalhar nas ruas. A fiscalização será permanente e feita pela Semop. “Quando assumimos a gestão, identificamos que esse era um dos um dos primeiros problemas da cidade. Havia 1.200 ambulantes atuando de forma desordenada, ocupando todos os passeios e dificultando a passagem e a mobilidade do público, especialmente de cadeirantes e deficientes visuais”, explica Rosemma Maluf.

A secretária conta que a execução do projeto foi precedida de reuniões com os representantes dos comerciantes informais e lojistas da região, Ministério Público, Sebrae e a Fundação Mário Leal, que elaborou o modelo de instalações adotado, totalmente coberto. “Ouvimos os anseios e todas as partes envolvidas e isso foi traduzido para o projeto que estamos entregando à população”, ressalta a titular da Semop.

Intervenções – A primeira etapa do projeto de reordenamento da Avenida Sete envolve o comércio de rua do trecho que vai da Igreja do Rosário à Praça Castro Alves, sendo que a Praça Rio Branco (Relógio de São Pedro) concentrava o maior número de ambulantes. Para quem atuava sem licenciamento no local, a Semop ofereceu a possibilidade de trabalhar na Rua Nova de São Bento, área que também está sendo revitalizada, até que se obtenha o documento.

Entre as ações implementadas se destacam a recuperação e estruturação dos pontos tradicionais de atuação dos ambulantes. A obra inclui colocação de piso intertravado com pista tátil, cobertura de policarbonato e instalação de nova iluminação. “Agora, os ambulantes contam condições de trabalho muito mais confortáveis e dignas”, diz a secretária.

Notícias Relacionadas