Bahia perde para o Santa Cruz e fica em situação complicada na Copa do Nordeste

O Santa Cruz  faz 100 anos nesta segunda-feira (3/2) (Foto: JC/Online/Reprodução),
O Santa Cruz faz 100 anos nesta segunda-feira (3/2) (Foto: JC/Online/Reprodução),
O ‘jogo do centenário’ valia muito para o Santa Cruz, um dia antes de completar cem anos, o Tricolor recebeu o Bahia pela quinta rodada da Copa do Nordeste. Com três pontos a menos que o adversário, uma derrota poderia significar a eliminação precoce da competição, enquanto que o Esquadrão de Aço buscava manter a boa sequência de resultados. No fim, deu Santa, 2×1.

O jogo começou a cem por hora, tanto que, logo no primeiro lance de ataque, os donos da casa mostraram o cartão de visitas. Em jogada de Caça-Rato, Cassiano pegou a sobra e cruzou na área, a bola ainda passou por Carlos Alberto e sobrou para o Luciano Sorriso abrir o placar, Santa Cruz 1×0 Bahia. Não houve tempo para respirar, aos 8, em contra-ataque do Santa, Fahel entrou duro em Cassiano e acabou expulso de campo, o quadro estava ficando feio para os baianos.

Foram muitos lances de disputa, o jogo pegado já tinha nove faltas em apenas 15 minutos de partida. Só aos 20 minutos é que a tranquilidade chegou à partida. O Bahia, atrás no placar, pressionava o Santa com as bolas cruzadas, já o time pernambucano tentava controlar o jogo com o toque de bola. A partida, que começou chamando atenção pelas fortes entradas, ia se destacando pela intensidade nas jogadas de ataque de ambas as equipes, clássico com cara de decisão.

Mais uma vez o jogo começou elétrico. Com apenas cinco minutos do segundo tempo, a bola foi lançada dentro da área do Bahia e sobrou para o Raul, que dominou e bateu cruzado para ampliar o marcador, Santa Cruz 2×0 Bahia. Pouco depois, aos 8, a chance do empate com Rhayner batendo quase da pequena área e Tiago Cardoso evitou o empate com uma defesa sensacional. O jogo foi seguindo com o Tricolor pernambucano mais inteiro, dominando as ações, mas sempre sofrendo perigo na velocidade dos atacantes do time visitante em contra-ataques.

Aos 15, uma bola travada na zaga sobrou para o Rhayner entrar livre na área do Santa. O Tiago Cardoso demorou a sair e tomou o gol, Santa Cruz 2×1 Bahia. O tempo ia passando e a sensação que dava é que os visitantes é que tinham um homem a mais em campo. A Cobra Coral parecia nervosa e errava muitos passes, o que dava ao Bahia boas oportunidades, mas todas desperdiçadas pelo ataque do Esquadrão.

Perto dos 40, começou o abafa. Enquanto o Bahia tentava ligação direta, o Santa investia nas laterais. Talisca fez o Tiago se esticar todo para evitar o empate e Pingo, pouco depois, acertou as redes, mas pelo lado de fora. Ainda houve tempo para Rhayner tentar um chute no canto, mas a bola foi para fora. Final de jogo, Santa Cruz 2×1 Bahia.(Esporte Interativo)

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ 2X1 BAHIA

Data: 02/02/2014
Local: Estádio José Luiz Lacerda, o Lacerdão, em Caruaru-PE

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Oziel, Renan Fonseca, Everton Sena e Tiago Costa; Sandro Manoel, Luciano Sorriso (Memo), Raul e Carlos Alberto (Renatinho); Cassiano e Flávio Caça-Rato (Pingo). Técnico: Vica.

BAHIA: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Guilherme Santos (Pará); Fahel, Hélder (Branquinho), Wilson Pittoni, Anderson Talisca; Rhayner e Rafinha (Hugo). Técnico: Marquinhos Santos.

Gols: SANTA: Luciano Sorriso, Raul. BAHIA: Rhayner.

Cartões amarelos: SANTA: Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Carlos Alberto, Cassiano, Flávio Caça-Rato. BAHIA: Guilherme Santos, Hélder, Anderson Talisca e Rhayner.

Cartões vermelhos: Fahel

Público e renda: 7.390 pessoas / R$ 120.070

Notícias Relacionadas