Índios mantêm carros da Sesasi retidos em Ibotirama

Os veículos da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesasi) vão continuar retidos até que as reivindicações dos índios da tribo Kiriri sejam cumpridas. A informação é da índia Maria Kiriri, que aguarda a chegada de um dos representantes da Sesasi para diálogo. “Nós só vamos liberar os carros quando nossas reividicações forem atendidas. Se isso não acontecer, nós não vamos liberar nada. Se não houver acordo, vai ficar tudo aqui. Essa comunidade está sofrendo”, diz.

Ainda de acordo com a índia, um dos representantes da Sesasi deve chegar à comunidade no sábado (1). Na quinta-feira (30), os seis servidores de Ibotirama, no oeste da Bahia, foram liberados pelos índios da tribo, mas os dois veículos da Sesasi ficaram retidos.

De acordo com a índia, a medida visa pressionar a realização de reunião com representantes da Coordenação dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas da Bahia (DSEI/BA), já agendado para o sábado. O protesto da tribo continua, conforme afirma. “Só os carros ficaram. Estamos com água suja, de péssima qualidade, tendo diarreia e dor no estômago. Estamos pagando exames e outras coisas mais”, relata a indígena.(G1 Bahia)

Notícias Relacionadas