Motorista que causou queda de passarela no Rio falava ao celular, diz delegado

Vladimir Platonow
Agência Brasil

Rio – O motorista Luiz Fernando Costa, que causou ontem (28) o desabamento de uma passarela na Linha Amarela, estaria falando ao telefone celular quando o caminhão que dirigia bateu na estrutura com a caçamba elevada.

A informação foi divulgada hoje (29) pelo delegado da 44ª Delegacia de Polícia (Inhaúma), Fábio Asty, responsável pelas investigações do acidente, que deixou cinco pessoas mortas e quatro feridas.

O delegado tomou depoimento formal de Luiz Fernando, que admitiu que falava ao celular com um colega de empresa. Contudo, Asty disse que o telefone será periciado, para checar se realmente houve a ligação no momento do acidente, que ocorreu às 9h13, segundo a empresa Lamsa, que administra a Linha Amarela.

Notícias Relacionadas