Protestos contra a Copa acabam em tumulto em SP com 128 detidos

Os protestos contra a realização da Copa do Mundo, que tiveram início de forma pacífica, acabaram em confusão no sábado. Em São Paulo, os manifestantes e a Polícia Militar entraram em confronto no centro da cidade. De acordo com o Twitter oficial do órgão, 108 pessoas foram presas pela Tropa de Choque e 20 pelo policiamento de área, totalizando 128 detidos até às 00h02 deste domingo.

Os manifestantes começaram a depredar estabelecimentos comerciais na Rua Barão de Itapetininga, na região do Theatro Municipal, por volta das 20h. A primeiro loja a ser atacada foi um McDonald’s. Os policiais fizeram uma barreira para tentar proteger o restaurante e os manifestantes começaram a correr e destruir agências bancárias pelo caminho.

Somente na Rua 7 de Abril, a reportagem presenciou o ataque a três agências. Os manifestantes colocaram fogo em terminais de atendimento dentro das agências, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Bradesco. Houve início de incêndio e participação dos black blocs, que correram em direção aos PMs e lançaram até coquetel molotov. (Estadão)

Notícias Relacionadas