Rombo nas contas externas bate recorde em 2013: US$ 81,374 bi

O rombo nas contas externas atingiu, nesta sexta-feira (23), a marca de US$ 81,374 bi. Trata-se da diferença entre compras e vendas de produtos e serviços do Brasil com o restante do mundo. Em dezembro, a conta já estava negativada em US$ 8,678 bilhões.

A informação é do Banco Central que anunciou hoje o recorde do rombo. O resultado negativo veio pior do que o estimado pelo BC (-US$ 79 bilhões) e é o maior déficit da série histórica, iniciada em 1947. Em 2012, o rombo tinha já somava R$ 54,23 bilhões, ou 2,41% do PIB.

Segundo o banco, esse resultado negativo verificado hoje representa 3,66%, o maior desde os 4,19% registrados em 2001. O BC projetava 3,57% do PIB. Porém, o banco estima uma melhora em 2014: US$ 78 bi, ou 3,53% do PIB – valor que ainda representa um saldo negativo.

O Brasil não vê resultados positivos em transações correntes desde 2007, quando o valor foi de US$ 1,55 bilhão. (Diário do Poder)

Leia também:

Notícias Relacionadas